A EMPRESA

Desenvolvemos, fabricamos e fornecemos produtos para sistemas de cocção a gás e prestamos serviços de injeção e usinagem em peças técnicas em ligas de alumíniozamac .

A ARIM Componentes, fundada em 1988 em Santana de Parnaíba, SP, Brasil, aplicando a tecnologia de injeção em alta pressão de metais não ferrosos, dedicou-se a desenvolver e fornecer componentes, registros, válvulas e conexões em liga de zinco, para sistemas de gás, aparelhos de cocção e fogões domésticos.

A alta qualidade de nossos processos e produtos, a rapidez no atendimento, a grande capacidade técnica de nossa equipe e os constantes investimentos em novas tecnologias, proporcionaram aos nossos clientes e fornecedores, a credibilidade e a confiança para o desenvolvimento de novos negócios.

Hoje a ARIM, em parceria com nossos clientes dos mais diversos segmentos do Brasil e do mundo, desenvolve soluções completas em componentes injetados em ligas de zinco e alumínio, desde a concepção dos produtos, desenvolvimento de projetos, construção e manutenção de moldes, ao acabamento, usinagens técnicas e pré-montagens, proporcionando serviços altamente competitivos.

MISSÃO

Desenvolver, produzir e fornecer os melhores e mais competitivos reguladores, registros e válvulas de segurança de gás para o mercado, integrando a linha com os demais componentes do sistema de cocção.

Maximizar a eficiência da prestação de serviços para agregar valor e atender as expectativas dos nossos clientes.

VISÃO

Fazer dos nossos registros e válvulas de segurança as principais opções para o ocidente.

Ser o principal fabricante de reguladores de gás domésticos do Brasil.

Estar entre as mais competitivas prestadoras de serviços do nosso segmento, agregando valor ao negócio e atendendo as expectativas dos nossos clientes.

VALORES

Respeito ao ser humano
Desenvolvimento contínuo de pessoas, produtos e processos
Aversão ao desperdício
Empenho e comprometimento com prazos e resultados
Qualidade total
Integração entre equipes
Responsabilidade Socioambiental

NOSSA POLÍTICA DE QUALIDADE

Garantir os padrões de qualidade e segurança do produto exigidos pelos clientes e mercados em que a Arim atua, construindo a imagem positiva da empresa e suas marcas, cumprindo a Missão, focados na Visão e respeitando os Valores da organização.

Em 20.000m² de área, temos nossa planta dedicada ao desenvolvimento e a produção lean (enxuta), apoiada nos valores: respeito ao ser humano, qualidade total, responsabilidade socioambiental, aversão ao desperdício, comprometimento com prazos e resultados, integração entre equipes e o desenvolvimento contínuo de pessoas, produtos e processos. Buscando sempre a melhoria contínua. A infraestrutura da fábrica está preparada para atuar nos segmentos, conforme descrito abaixo:

Alumínio

  • 12 injetoras de alumínio de 180 à 630 toneladas;
  • 9 prensas
  • 5 tornos CNC
  • 5 centros de usinagem (3 eixos)
  • 3 centros de usinagem com 4º eixo (2 Fanuc)
  • 1 jato de granalha
  • 2 tamboreadores rotativos
  • 1 vibradeira

Zamac

  • 30 injetoras de zamac de 5 à 130 toneladas
  • 2 prensas
  • 2 sistemas de lavagem e secagem automáticos
  • 3 tamboreadores circulares
  • 2 tamboreadores paralelos

Estrutura

  • 6 geradores

 

Moldes

  • 1 centro de usinagem 5 eixos (high speed machine)
  • 6 fresadoras
  • 1 torno CNC
  • 3 tornos mecânicos
  • 3 retíficas
  • 4 equipamentos de eletroerosão (penetração)
  • 1 durômetro

Qualidade

  • 1 espectômetro
  • 1 máquina de medição 3D
  • 2 projetores de perfil
  • 1 máquina de medição batimento e circularidade
  • 1 medidor de perfil
  • 3 microscópios estéreo
  • 3 estufas para ensaio de temperatura
  • 1 equipamento de ensaio hidrostático
  • 1 elasticômetro
  • 1 sonda de medição de carbono
  • 1 bancada de teste triedro

 

POLÍTICA DE COMPLIANCE

DECLARAÇÃO

Em atenção ao quanto disposto na circular de política de compliance de 23/03/2018, editada pelo Conselho de Administração da ARIM COMPONENTES S/A, apresento-lhes a competente declaração.

A ARIM COMPONENTES S/A em atenção ao quanto disposto na circular de política de compliance de 23/03/2018, editada pelo Conselho de Administração declara que está comprometida com a Lei nº 12.846, de 2013 (“Lei Anticorrupção”, em conjunto, as “Regras Anticorrupção”) e também com os dez princípios do Pacto Global e exige de todos os seus clientes e fornecedores atenção equivalente a esses princípios dentro da estrutura de negócios.

O conteúdo deste documento, é parte dos acordos contratuais dos agentes que tenham alguma relação jurídica com a ARIM.

A implementação desses aspectos é avaliada como parte do processo de seleção do fornecedor e prestador de serviços, e é analisada constantemente como parte das avaliações frequentes de desempenho dos fornecedores.

DA LEI ANTICORRUÇÃO

Esperamos e orientamos para os devidos fins e com estrita boa fé, que nossos clientes, fornecedores e prestadores de serviços, estejam cientes, conheçam, entenda e observe integralmente as regras estabelecidas nas leis anticorrupção aplicáveis, em especial, mas sem limitar, a Lei nº 12.846, de 2013 (“Lei Anticorrupção”, em conjunto, as “Regras Anticorrupção”), abstendo-se de qualquer atividade que constitua uma violação às disposições das Regras Anticorrupção. Obrigando-se, ainda, a conduzir suas práticas comerciais de forma ética e em conformidade com as Regras Anticorrupção.

Esperamos que nossos clientes, fornecedores e prestadores de serviço não possuam empregados, sócios, administradores e/ ou representantes de qualquer natureza que mantenham e/ ou que possam manter, durante a vigência deste Termo, cargo público de qualquer natureza e em qualquer esfera, ou mesmo seja empregado de partido político no país de execução dos serviços;

Que tenham plena consciência que qualquer fato ou ato que seja capaz de alterar o cenário previsto no parágrafo anterior, como, mas não limitado, eventual nomeação de empregados, sócios, administradores e/ ou representantes de qualquer natureza a cargo público, bem como a ocorrência de quaisquer fatos ou atos que contrariem as disposições das Regras Anticorrupção aplicáveis, deve ser imediatamente comunicado à ARIM;

Esperamos e orientamos ainda que já tenham implementado ou que se programem em implementar durante a vigência do contrato, um programa de conformidade e treinamento eficaz na prevenção, detecção e combate a violações das Regras Anticorrupção.

PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS – OS DEZ PRINCÍPIOS E PRATICAS COMERCIAIS

A ARIM espera que seus clientes, fornecedores e prestadores de Serviço conheçam e respeitem os 10 princípios do Pacto Global das Nações Unidas, quais sejam os abaixo elencados:

Direitos Humanos

  1. Apoiar e respeitar a proteção aos direitos humanos reconhecidos internacionalmente;
  2. Assegurem que não haja participação em violações destes direitos.

Normas de Trabalho

  1. Esperamos que nossos clientes, fornecedores e prestadores de serviços apoiem à liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva;
  2. Apoiem ainda a eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório;
  3. Apoiem a abolição efetiva do trabalho infantil; e
  4. Apoie a eliminação à discriminação no emprego.

Meio Ambiente

  1. Esperamos que nossos clientes, fornecedores e prestadores de serviço apoiem uma abordagem preventiva aos desafios ambientais;
  2. Esperamos que os mesmos desenvolvam iniciativas para promover maior responsabilidade ambiental;
  3. E que incentivem o desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente amigáveis.

Combate à Corrupção

  1. Esperamos que nossos clientes, fornecedores e prestadores de serviço, trabalhem contra a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão, suborno, propina ou oferecimento de qualquer vantagem pessoal.

Esperamos que todos tenham ciência e respeitem regras de concorrência definidas pela LEI ANTITRUSTE, conforme abaixo:

  1. As leis antitruste vedam entendimentos e/ ou acordos entre concorrentes no que diz respeito à política de preços, condições de venda aos clientes e alocação de mercados ou consumidores. Tais leis podem ser muito complexas e suas violações podem sujeitar a ARIM e seus funcionários a sanções criminais, incluindo multas, prisão e responsabilidade civil.

Portanto, esperamos que nossos clientes, fornecedores e prestadores de serviço não de deem a pratica de qualquer ato que caracterize ou colida com as regras de antitruste previstas na legislação.

Informamos aos nossos clientes, fornecedores e prestadores de serviços que a ARIM espera não sejam omissos ou negligentes com relação às políticas de Compliance, ou seja, não sejam passivos diante de irregularidades, se utilizando de nosso canal de comunicação para realizar denúncias, correções de práticas e inclusive para infrações cometidas por terceiros e qualquer preposto da ARIM mesmo as já desligadas.

Comitê de Ética da ARIM

e-mail: ouvidoria@arim.com.br

Por fim entendemos que demos ciência aos nossos clientes, fornecedores e prestadores de serviços que a não observância das orientações deste TERMO, pode influenciar as decisões da ARIM no momento da avaliação realizada em nosso processo de seleção de nossos parceiros.

Paulo Faifman Morete

Diretor Geral / CEO

Este Código de Conduta tem como objetivo estabelecer princípios éticos e normas de conduta que devem orientar as relações internas e externas de todos os integrantes que tenham direta ou indiretamente relação de qualquer natureza com a ARIM e sociedades coligadas, independentemente de suas posições e responsabilidades.

A. RESPEITO AO SER HUMANO

A ARIM está comprometida em defender os direitos humanos dos trabalhadores e em tratá-los com dignidade e respeito assim entendidos direitos fundamentais constitucionais e pela comunidade internacional. A Companhia adota como regra as condutas assim reconhecidas:

  1. Tratamento humano: Não há tratamento e /ou ameaça hostil ou desumano, inclusive qualquer assédio sexual, abuso sexual, punição corporal, coerção mental ou física, ou abuso verbal em relação aos trabalhadores.
  2. Discriminação e preconceito: A ARIM está comprometida e empenhada com a manutenção de uma força de trabalho livre de qualquer assédio ou discriminação e /ou preconceito ilegal, não se envolvendo em discriminação baseada em raça, cor, idade, sexo, orientação sexual, etnia, deficiência, gravidez, religião, afiliação política, afiliação sindical ou status matrimonial quando da contratação e nas práticas de emprego tais como: promoções, gratificações e acesso a treinamento. Além disto, os trabalhadores ou potenciais trabalhadores não serão submetidos a testes que possam ser usados de forma discriminatória.

 

B. TRABALHO

A ARIM está comprometida em defender os direitos humanos dos trabalhadores e em tratá-los com dignidade e respeito assim entendido pela comunidade internacional. A Companhia adota como normas do trabalho reconhecidas:

  1. Liberdade de escolha de emprego: É vedado qualquer trabalho forçado, vinculado ou escravo. Todos os trabalhos serão remunerados e os trabalhadores são livres para deixá-los mediante uma notificação prévia razoável.
  2. Proibição de trabalho infantil: A contratação de menores de 16 anos é expressamente proibida, exceto a contratação de menor aprendiz nos termos da legislação e deste código de conduta. Os menores de 18 anos não poderão realizar trabalhos em período noturno, perigosos e outros que possam colocar em risco a saúde e segurança.
  3. Horas de trabalho: As semanas de trabalho não excederão o máximo estabelecido pela legislação vigor. Além disto, a ARIM se compromete que a jornada de trabalho não deverá ultrapassar a 44 horas por semana, exceto em situações em que seja acordado com seus empregados e que lhes seja oferecido descanso superior ao previsto na legislação, desde que previstas por lei ou convenção coletiva e/ou acordo coletivo firmado pelo respectivo sindicato. Os trabalhadores terão direito a, pelo menos, um dia de descanso por semana de sete dias.
  4. Salários e benefícios: A remuneração paga aos trabalhadores está em conformidade com todas as leis sobre salários aplicáveis, inclusive as relativas a salários mínimos, horas extras e benefícios legais obrigatórios. Os trabalhadores são remunerados conforme convenção ou acordo coletivo da categoria sindical e Consolidação das Leis do Trabalho.
  5. Liberdade de associação: Os empregados da ARIM são livres para associarem-se, afiliarem-se ou não aos sindicatos, bem como buscarem representação, juntarem-se a comissões de trabalhadores de acordo com as leis locais.
  6. SAÚDE e SEGURANÇA

A ARIM investe constantemente em treinamentos, técnicas e equipamentos de proteção e segurança coletiva e individual para garantir a segurança e zelar pela saúde de seus funcionários, colaboradores, membros, clientes, visitantes etc. Dentre outras, as normas de saúde e segurança estão compreendidas:

  1. Saúde ocupacional: Todos os empregados devem receber equipamento de proteção individual (EPI) apropriados e bem conservados. Os trabalhadores não deverão ser punidos por levantarem preocupações com a segurança.
  2. Prontidão para emergências: As situações e eventos de emergência são identificados e avaliados, bem como calculados o seu impacto. Implementação de planos de emergência, treinamentos e exercícios de simulação, equipamentos de detecção e combate a incêndio apropriados, instalações para saída adequadas e planos de recuperação.
  3. Ferimento e doença ocupacional: Procedimentos e sistemas que estão implantados para prevenir, gerenciar, rastrear e relatar ferimento ou doença ocupacional, inclusive provisões para: (a) estimulação do relato pelo trabalhador; (b) classificação e registro de casos de ferimentos e de doenças; (c) fornecimento de tratamento médico necessário; (d) investigação de casos e implementação de ações corretivas para eliminação de suas causas; (e) facilitação para o retorno dos trabalhadores ao trabalho.
  4. Higiene industrial: A exposição do trabalhador a agentes químicos, biológicos e físicos é identificada, avaliada e controlada. Quando os riscos não puderem ser adequadamente controlados, a saúde do empregado será protegida por programas de equipamento de proteção individual e/ ou coletivo (EPI e EPC) apropriados.
  5. Trabalho que exige esforço físico: A exposição do trabalhador aos riscos de tarefas que exijam esforço físico, inclusive manuseio manual de material e levantamento de cargas pesadas ou levantamento repetitivo, são identificadas, avaliadas e controladas.
  6. Vestiário e refeitório: Os trabalhadores têm pronto acesso a instalações sanitárias limpas, água potável, preparação higiênica de alimentos, e instalações adequadas para armazenagem e refeitórios. Água quente para banho de chuveiro, ventilação e aquecimento adequados, razoável espaço pessoal, além de entrada e saída adequadas.

 

C. MEIO AMBIENTE

A ARIM reconhece e promove ações para conservar o meio ambiente.

  1. Permissões e relatórios ambientais: Todas as permissões, aprovações e registros ambientais exigidos são obtidos, mantidos e atualizados e suas exigências operacionais e de relatórios são seguidas.
  2. Prevenção de poluição e redução de recursos: Os resíduos de todos os tipos, inclusive água e energia, são reduzidos ou eliminados na fonte ou por meio de práticas, tais como: modificação de produção, processos de manutenção e de instalação, substituição, conservação, reciclagem e reuso de materiais.
  3. Substâncias perigosas: Materiais químicos e outros materiais que representem perigo se liberados no meio ambiente são identificados e gerenciados para assegurar que seu manuseio, transporte, armazenamento, uso, reciclagem ou reuso, e descarte sejam realizados de forma adequada.
  4. Restrições ao conteúdo do produto: A ARIM adere a todas as leis, regulamentos e exigências do cliente aplicáveis com relação à proibição ou restrição de substâncias específicas, inclusive rotulagem para reciclagem e descarte.

 

D. COMBATE A CORRUPÇÃO

A ARIM não tolera ações de corrupção, suborno, extorsão ou qualquer tipo de ação que qualquer agente possa ter vantagem pessoal, por isto, promove ações para erradicar tal prática dentre seus funcionários, clientes, fornecedores e parceiros.

E. CONCORRENCIA

A lei antitruste veda entendimentos e/ ou acordos entre concorrentes no que diz respeito à política de preços, condições de venda aos clientes e alocação de mercados ou consumidores. Tais leis podem ser muito complexas e suas violações podem sujeitar a ARIM e seus funcionários a sanções criminais, incluindo multas, prisão e responsabilidade civil. Portanto, a ARIM não realiza e não incentiva seus clientes, fornecedores e prestadores de serviço a praticarem qualquer ato que caracterize ou colida com as regras de antitruste previstas na legislação.

F. DELAÇÃO

A ARIM orienta que seus funcionários, clientes, fornecedores, prestadores de serviços não sejam omissos ou negligentes com relação às políticas e código de conduta integrantes desta Norma Corporativa, ou seja, não sejam passivos diante de irregularidades, pois existe obrigação de denúncia, correção de práticas e informação ao mercado inclusive para infrações cometidas por antecessores, e pessoas já desligadas.

 

G. SISTEMA DE GERENCIAMENTO

A ARIM adota um sistema de gerenciamento cuja abrangência está relacionada ao conteúdo deste Código. O sistema de gerenciamento a ser projetado para assegurar:

  1. Exigências legais e do cliente: Identificação, monitoração e compreensão das leis, regulamentos e exigências do cliente aplicáveis;
  2. Treinamento: Programas para treinamento dos empregados, colaboradores e demais interessados para implementar procedimentos e objetivos de aperfeiçoamento para satisfazer as exigências legais e regulatórias aplicáveis.
  3. Comunicação: Processo para comunicação clara e preciso de informações sobre políticas, práticas, expectativas e desempenho da ARIM aos empregados, fornecedores e clientes.
  4. Feedback e participação do empregado: Processos contínuos para avaliar a compreensão dos empregados e obter feedback sobre as práticas e condições cobertas por este Código e para promover o aperfeiçoamento contínuo.
  5. Auditorias e avaliações: Avaliações periódicas para garantir a conformidade para com as exigências legais e regulatórias, com o conteúdo do Código e com as exigências contratuais do cliente relacionadas à responsabilidade socioambiental.
  6. Processo de ação corretiva: Processo para correção no prazo certo das deficiências identificadas por avaliações, inspeções, investigações e análises internas ou externas;
  7. Documentação e registros: Criação e manutenção de documentos e registros garantindo a conformidade regulatória e a conformidade com as exigências da ARIM, além da confidencialidade apropriada para a proteção da privacidade.

 

G. DEVERES, OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADES

  1. O colaborador deve ser reconhecido como único e ter sua intimidade preservada.
  2. Cumprir os compromissos expressamente assumidos no contrato individual de trabalho, contrato de prestação de serviços ou outro termo que constitua relação jurídica, sempre com zelo, atenção e competência profissional.
  3. Acatar às ordens e instruções emanadas de superiores hierárquicos.
  4. Observar a máxima disciplina e boa conservação das instalações, equipamentos e máquinas, comunicando as anormalidades notadas ao departamento responsável.
  5. Compartilhar e disseminar conhecimento. Somos uma empresa que incentiva a melhoria contínua.
  6. Reportar problemas no processo produtivo ao superior, sem escondê-los ou omiti-los, é necessário para evitar equívocos e retrabalho;
  7. Obedecer à confidencialidade das informações a respeito da empresa, dos clientes e dos fornecedores.
  8. A apresentação pessoal adequada no ambiente de trabalho é fundamental. A ARIM tem orientações em relação ao vestuário correto e deve ser respeitado.
  9. Não usar ou estar sob o efeito de drogas, lícitas ou ilícitas, e não portar esse tipo de substâncias ou armas no ambiente de trabalho.
  10. Manter na vida privada e profissional conduta compatível com a dignidade do cargo ocupado e com a reputação do quadro de pessoal.
  11. Usar os meios de identificação pessoal estabelecidos, bem como uniformes para trabalhos, crachás, equipamentos individual e coletivo de proteção.
  12. Informar ao Departamento de Recursos Humanos qualquer modificação em seus dados pessoais, tais como: estado civil, militar, aumento ou redução de pessoas na família, eventual mudança de residência, bem como alguma dificuldade em exercer algo dentro da função que lhe é de responsabilidade etc.

 

H. PROIBIÇÕES

É expressamente proibido:

  1. Ingressar ou permanecer em setores estranhos ao serviço, salvo por ordem expressa.
  2. Não entrar em salas de reuniões, quando estas estiverem ocorrendo, sem ter sido convocado ou convidado a participar.
  3. Ocupar-se de qualquer atividade que possa prejudicar os interesses de ARIM, bem como a utilização de máquinas, computadores, telefones etc. disponíveis no ambiente de trabalho, para uso pessoal, sem autorização superior.
  4. Promover algazarra, brincadeiras e discussões durante a jornada de trabalho e/ ou prestação de serviços.
  5. Usar palavras ou gestos impróprios à moralidade e respeito, nas dependências da ARIM.
  6. Retirar do local de trabalho, sem prévia autorização, qualquer equipamento, objeto ou documento.
  7. Fazer parte de empresas, associações ou iniciativas que concorram com quaisquer atividades da ARIM.
  8. Propagar ou incitar a insubordinação ao trabalho.
  9. Usar cartão de visita profissional não autorizado pela ARIM.
  10. Introduzir pessoas estranhas ao serviço, em qualquer dependência da ARIM, sem prévia autorização.
  11. Divulgar, por qualquer meio, assunto ou fato de natureza privada da ARIM.
  12. Uso excessivo do celular;

 

L. ATIVIDADES POLÍTICAS

A ARIM não proibirá atividades político-partidárias por parte de seus integrantes. Por sua vez estas devem ser executadas com caráter estritamente pessoal, não sendo tolerada qualquer atividade deste cume no ambiente de trabalho.

Fica expressamente proibida qualquer veiculação, uso da imagem, uso de uniforme da ARIM em atividades político-partidárias.

 

J. PORTA VOZES

Apenas integrantes designados poderão falar em nome da ARIM para imprensa ou em redes, grupos e mídias sociais. Tal designação deve estar registrada e autorizada por escrito no departamento jurídico.

 

K. ÉTICA

Para cumprir as responsabilidades sociais e para obter sucesso no mercado, a ARIM e os seus agentes devem manter os mais altos padrões da ética, inclusive:

  1. Integridade da ARIM: Os mais altos padrões de integridade são esperados em todas as interações da ARIM. Toda e qualquer forma de corrupção, extorsão e fraude são estritamente proibidos e não serão tolerados.
  2. Nenhuma vantagem inadequada: Subornos ou outros meios de obter vantagem indevida ou inadequada não devem ser oferecidos ou aceitos.
  3. Divulgação de informações: As informações relacionadas a atividades, estrutura, situação financeira e desempenho da ARIM somente serão divulgadas de acordo com os regulamentos aplicáveis previstos em lei.
  4. Propriedade intelectual: Os direitos de propriedade intelectual são respeitados; a transferência de tecnologia e know-how são feitos de maneira a proteger os direitos de propriedade intelectual.
  5. Proteção da identidade: A ARIM garante a confidencialidade e a proteção do fornecedor e do trabalhador informante para que não haja retaliação, perseguição ou qualquer outro ato tendente a lesioná-lo.
  6. Conflito de interesses: Fica caracterizado como conflito de interesse quando um integrante puder influenciar uma decisão da ARIM que possa resultar em ganho pessoal, direto ou indireto, para si, membros da família ou amigos.
    1. A contratação de integrantes com algum grau de parentesco deve ser restrita a competência exigida pelo cargo e não haver subordinação direta.
    2. Qualquer situação que siga em desacordo com esta norma fica caracterizada como tráfico de influência e deve ser comunicada a um membro do Conselho de Administração ou Encarregado do Departamento Recursos Humanos.
    3. O integrante da ARIM para receber ou fornecer brindes (cadernos, agendas, canetas, chaveiros – itens com baixo valor comercial) de fornecedores e/ ou clientes, deverá imediatamente comunicar ao Departamento de Recursos Humanos, o qual emitirá ou não autorização por escrito para o recebimento.

 

L. COMITÊ DE ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL

O comitê objetiva promover o cumprimento deste Código de Conduta em todo o seu conteúdo, busca estabelecer metas para averiguar melhoria contínua no setor de ética e responsabilidade social.

  1. Composição do Comitê: O Comitê de Ética e Responsabilidade Social é composto de cinco membros distribuídos: (a) um diretor; (b) um membro do departamento de recursos humanos; (c) um membro do departamento jurídico; e (d) gerente, líder ou responsável pelo departamento envolvido.
  2. Procedimento do Comitê de Ética e Responsabilidade Social: Quando identificado um ato ou fato passível de ser entendido como infração a este Código, caberá ao Comitê proceder à apuração do ato, independentemente da instauração ou não de Processo Administrativo. Todos os trâmites da apuração terão caráter confidencial, tendo como objetivo identificar a veracidade do ato e responsabilidades, podendo o acusado ser afastado da função por até 30 dias, sem prejuízo de sua remuneração. O acusado poderá, conforme deliberação do Comitê, cumprir o afastamento fora das dependências da ARIM. O acusado poderá apresentar defesa por escrito no prazo de 05 (cinco) dias úteis, contados da data do recebimento da notificação. É assegurado ao acusado as garantias constitucionais do contraditório, ampla defesa e celeridade processual. O Comitê poderá convocar qualquer colaborador para prestar depoimento. Todo o processo será formalizado em ata pelo Comitê. O Comitê deverá comunicar formalmente à chefia do denunciante e do denunciado, que serão convocados em datas pré-estabelecidas para serem ouvidos sobre as acusações. O não comparecimento injustificado de quem foi convocado para prestar depoimento, implicará em penalidade.

 

M. CANAIS DE COMUNICAÇÃO COM O COMITÊ

Os canais de comunicação com o comitê de ética da ARIM se dá por meio do e-mail: ouvidoria@arim.com.br

 

N. PENALIDADES

A todos os transgressores das normas deste Código de Conduta, aplicam-se as penalidades seguintes:

  1. Advertência verbal.
  2. Advertência escrita.
  3. Suspensão.
  4. Demissão, por justa causa.
  5. Rescisão motivada de contrato de prestação de serviços.

As penalidades são aplicadas segundo a gravidade da transgressão, depois da apuração, defesa e decisão acerca da conduta praticada, nos termos deste Código de Conduta.

 

O. DISPOSIÇÕES FINAIS

Este Código não esgota todos os princípios éticos a serem observados pelos colaboradores da ARIM, devendo ser complementado pelos códigos de ética de diversas categorias profissionais. Este Código entra em vigor na data de sua publicação após aprovação da diretoria.